O Edifício-Monumento está fechado para obras de restauro e modernização

Papéis Efêmeros na Cultura da Belle Époque Paulistana

Com Maria Claudio BonadioVirgínia Bessa e mediação de Solange Ferraz de Lima.

O bate-papo foca em dois eixos do núcleo cultura da Exposição Papéis Efêmeros: Memórias Gráficas do Cotidiano: moda e música. A proposta é discutir como os efêmeros testemunharam os referenciais do que era considerado moderno, elegante e vanguardista na cultura urbana da Belle Époque Paulistana. 

Maria Cláudia Bonadio, historiadora, Doutora em História pela Unicamp, professora do Instituto de Artes e Desgin da Universidade Federal de Juiz de Fora. Realizou estágio pós-doutoral no Museu Paulista (USP). Autora dos livros "Moda e Sociabilidade" (2007) e "Moda e Publicidade" (2014). Co-organizadora dos livros "História e Cultura de Moda " (2011) e "Histórias do vestir masculino" (2017).

Virgínia de Almeida Bessa é licenciada em Música e doutora em História Social pela USP, em cotutela com a Universidade Paris Nanterre. É autora do livro "A escuta singular de Pixinguinha", vencedor do Premio Funarte de Produção Crítica em Música 2010. Atualmente é pós-doutoranda no Instituto de Estudos Brasileiros da USP, onde realiza a pesquisa "Um palco em disputa: teatro musicado, sociedade e cultura na São Paulo dos anos 20", com bolsa Fapesp.

Solange Ferraz de Lima é Diretora do Museu Paulista, historiadora pela Universidade de São Paulo e pesquisadora da Cultural Material e Cultura Visual. É curadora da exposição "Papéis Efêmeros: Memórias Gráficas do Cotidiano".

CONVIVÊNCIA do Sesc Ipiranga

Dia 21/6, quinta, das 20h às 22h

Livre

Adultos

 

Grátis - Sem retirada de ingressos.

 

 

626