O Edifício-Monumento está fechado para obras de restauro e modernização

Museu do Ipiranga em Festa! Sesc e USP comemoram 7 de setembro com programação cultural gratuita no Parque da Independência

Com atrações de teatro, circo, dança, música e poesia, evento tem a missão de celebrar a importância desse patrimônio histórico para a vida cultural do bairro

A Universidade de São Paulo e o Sesc Ipiranga celebram os 195 anos da emancipação política do Brasil com uma grande festa noParque da Independência, no dia 7 de setembro, a partir das 14h. A programação no parque é completamente gratuita e conta com atividades de teatro, circo, dança, música e poesia. A organização do evento recomenda que o público leve banquinhos, almofadas ou cangas para melhor se acomodar nos locais das apresentações.

Além de um dia inteiro de atrações culturais, na ocasião, a USP lança um concurso público para os projetos de restauro e modernização do Museu do Ipiranga. A competição premiará os três melhores estudos preliminares de arquitetura para o restauro e modernização do Edifício-Monumento. A escolha será feita por uma comissão especializada.

O primeiro colocado celebrará o contrato para a elaboração dos projetos executivos completos do restauro e modernização do museu. Durante o evento serão apresentadas as regras e o site do concurso. A previsão é que o Museu seja reaberto em 2022, nas celebrações do Bicentenário da Independência, com suas instalações inteiramente modernizadas e adequadas às normativas de acessibilidade e segurança. O edifício passará a ser dedicado exclusivamente à visitação pública, com exposições e espaços de fruição visual de sua arquitetura monumental.

Os visitantes do parque assistem a um concerto da Orquestra Sinfônica da USP (OSUSP) e do CoralUSP, sob a batuta do maestro Roberto Tibiriçá. Cento e trinta artistas sobem ao palco para interpretar um repertório dedicado às obras de Johann Strauss Jr., Serguei Prokofiev, Heitor Villa-Lobos e Camargo Guarnieri, além de temas populares de Tom Jobim e Ary Barroso, rearranjados por Rodrigo Morte. O grupo executa, ainda, o Hinos Nacional e o Hino da Independência.

Composto pelo Museu do Ipiranga (como é popularmente conhecido o Museu Paulista), a Casa do Grito, parte do acervo do Museu da Cidade,o Monumento à Independência e o riacho do Ipiranga, esse complexo tem um valor histórico e cultural inestimável tanto para o bairro como para toda cidade. Seu entorno ainda abriga a unidade do Sesc e o Museu de Zoologia da USP.

“A Universidade de São Paulo tem, nos últimos três anos, incrementado ações focadas no relacionamento com a sociedade, responsável por seu financiamento. A parceria com o Sesc é um desses exemplos de sucesso, que tem resultado em projetos importantes voltados à população, como as atividades programadas para o dia 7 de setembro. Estamos derrubando os muros da USP e construindo pontes com a sociedade”, afirma Marco Antonio Zago, reitor da USP.

Além de fornecer suporte técnico para a realização do evento, o Sesc Ipiranga é responsável por preparar uma programação para públicos de várias idades. Para Danilo Santos de Miranda, diretor regional do Sesc São Paulo, a participação da instituição na celebração do Museu Paulista é um alinhamento natural entre entidades que comungam de objetivos semelhantes.

“A aproximação possibilitou êxitos em realizações conjuntas anteriores, como seminários e outras atividades culturais. Nessa oportunidade, a colaboração a partir do Sesc Ipiranga com uma programação no Parque da Independência amplia o raio de ação e de experiências com as instituições de seu entorno e promove tanto o acesso da população aos bens culturais como evidencia os vínculos firmados com a comunidade por meio das atividades artísticas, marca do trabalho institucional”, acrescenta.

Destaques da programação

Os visitantes doParque da Independência terão a oportunidade de assistir, às 15h30,ao espetáculo “Sonho de Uma Noite de Verão”, da Cia. Novelo. Pensada para ser encenada ao ar livre, amontagem do diretor Pedro Granato tem a proposta de popularizar essa comédia de William Shakespeare. Com música ao vivo, a companhia narra as confusões amorosas entre dois jovens casais que se perdem em um bosque povoado por seres fantásticos. 

Outra atração teatral é a performance“Leopoldina, Independência e Morte”, com Fabiana Gugli, que recria poeticamente os momentos finais da primeira imperatriz do Brasil. A excêntrica dama desfila pelas instalações do Museu do Ipiranga, misturando eventos de sua vida e da Independência com questões que são importantes para o país contemporâneo.

Já na intervenção “Prazer, Poesia!”, com Cia. Patética, a boneca Poesia conversa com os passantes sobre os livros que eles leram e recomendam. Outra ação é a “Foto na Bike”, com o coletivo Instant Press, que utiliza uma câmera sobre uma bicicleta para fazer fotografias do público, tendo como plano de fundoa fachada do museu. As imagens impressas instantaneamente serão distribuídasao público.

Um dos destaques musicais da comemoração é o show da banda carnavalesca paulistana ‘A Espetacular Charanga do França’, que interpreta marchinhas, marchas-rancho, cumbia, maxixe, samba e ragga. O grupo é formado por Thiago França (sax alto), Anderson Quevedo (sax barítono), Amilcar Rodrigues (trompete), Allan Abbadia(trombone), Filipe Nader (sousafone), Sthe Araújo (percussão), Samba Sam (surdo) e Welington Pimpa Moreira (bateria e percussão)

Ao longo do dia, os freqüentadores do parque também terão à oportunidade de visitar a exposição “Estamos Aqui! Imaginando o Grito do Ipiranga”, com painéis fixados na fachada do Museu do Ipiranga. A mostra revela o processo de construção do quadro “Independência ou Morte”, de Pedro Américo. A tela encomendada por D. Pedro II é uma das principais atrações do acervo do Edifício-Monumento.

 

Serviço

Museu do Ipiranga em Festa

Quando: 7 de setembro, das 14h às 18h

Quanto: grátis

Local: Parque da Independência, Ipiranga-SP

Classificação: livre

*Organização do evento recomenda que os visitantes levem banquetas, toalhas, cangas e/ou almofadas para assistir às atrações no parque

Realização:SESC Ipiranga e Museu Paulista da USP e SESCSP | Apoio:FUSP, OSUSP e CORALUSP

513